terça-feira, fevereiro 28

As Alegrias da Capoeira na Escola

A Capoeira é potencialmente alegre e provedora de alegrias. A começar pela multiplicidade de facetas que ela apresenta. Dança, jogo, luta, esporte, cultura, folclore, história, filosofia de vida. Ela é capaz de comportar em um mesmo ambiente os anseios mais diversos e satisfazê-los de modos distintos. Didaticamente, a Capoeira oferece condições para se despertar a alegria e o interesse pelo saber. A Capoeira é por essência um ambiente de múltiplas interações pessoais que propiciam, através das variadas situações que se apresentam, uma melhor percepção do aluno de si e dos outros, tanto externamente, nas suas potencialidades físicas, como internamente.

Desde o seu surgimento, por toda a sua história e até os dias atuais, o contexto da Capoeira traz consigo o desafio, um constante desequilibrar e reorganizar das estruturas: físicas (através de seus movimentos às vezes tão naturais, às vezes tão incomuns à outras atividades); cognitivas (quando da não determinação de respostas fixas, obrigando o aluno a exercer um raciocínio rápido, coerente e diferente a cada situação); emocionais (à medida que para cada jogo valerá uma troca de energia diferente, dependendo do outro jogador, podendo ser uma brincadeira descontraída, divertida, uma disputa alegre ou não de capacidades, frustrações quanto a movimentos castrados pelo outro jogador ou satisfações na conclusão deles); e morais (pois naturalmente regras de respeito a integridade de cada um surgem, até mesmo por uma questão instintiva de auto-defesa, e passam a regular o ambiente lhe conferindo limites saudáveis de convivência coletiva).

Alegria é energia, e move as pessoas. O ambiente da Capoeira por sua forma, musicalidade, gestualidade, é essencialmente energético. A questão é canalizar esta energia, ou alegria, para os fins desejados, sejam de domínio corporal, sejam do resgate da ludicidade no ensino e na vida, seja da ritmicidade corporal e universal, seja da consciência do eu, do outro e das relações estabelecidas, seja do espírito crítico, desafiador, enfim, da Educação.

As alegrias da Capoeira na escola... Uma roda, música, batuque, cantoria, crianças batendo palmas, outras se movimentando ao som que "rola" energia no ar. Festa, show de música baiana, carnaval, qualquer um destes cabe na descrição e todos são ambientes de extrema alegria. Esta também é a descrição de uma roda de Capoeira. Em suma, não há porque a Capoeira não ser um instrumento para uma escola alegre.

0 comentários: